quinta-feira, 21 de março de 2013

O Guia dos Motoqueiros das Galáxias, parte 3


Novamente, estou digitando do celular. Mas agora estou muito o teclado SwiftKey que baixei e torna a digitação muito mais fácil. Enfim, este não é o foco.

Agora são onze horas. Hoje é o dia do reteste da moto. Já estou me preparando para pegar o ônibus.

Orei a Deus e estou confiante que dessa vez vou passar. Dessa vez eu preferi deixar o almoço para depois do teste, uma vez que preciso estar lá ao meio dia. Está frio. O ônibus chegou. Estou ouvindo "Vem esta é a hora" do Vineyard, tão congregacional. Agora estamos passando pela frente da Educação. Bem, eu consegui tirar o dia de folga pois havia trabalhado alguns finais de semana no ano passado. Quem pensa que funcionário público não trabalha não conhece o nosso setor!

Estou... digressando um pouco. Acho que é essa a palavra. Eu pesquisei no Google o que significa "digressão" por causa do título do blog da Ana, e descobri que um nome certinho para a expressão "encher linguiça".

Agora subi no ônibus Dom Pedro via Presidente Vargas. Aí eu começo a pensar: é só subir na moto, puxar o pezinho de apoio, encontrar o Neutro, ligar o motor, acender o farol, dar sinal para a esquerda, arrancar olhando para a esquerda e fazer o percurso. É extremamente fácil e difícil ao mesmo tempo (hein?)

Eu acho que o teste deveria ser na rua. A maioria dos motoqueiros não sabem andar na rua, ficam ultrapassando sem poder e infringindo outras regras. Mas agora que fiz aula percebi que parte da culpa é do sistema de ensino que não é eficiente. O fato de eu saber fazer ziguezague e dar sinal nem de longe garante que eu esteja preparado para o trânsito.

Agora já estou escrevendo do terminal, enquanto espero o ônibus de volta. Ah, não vou fazer suspense. Passei.

Deu uma alegria tremenda. Liguei para a mãe para dar a boas notícia. E até passei no Maxxi para comprar um chocolate. A minha vitória hoje tem sabor de chocolate.

Agora é só esperar uns quinze dias mais ou menos para pegar a habilitação. E juntar dinheiro para comprar um carro para aí sim aprender a dirigir! :-)

Foi legal, tomei uma baita chuva na volta. Valeu a pena. E como um escritor que tem pressa de terminar o livro, enfim, fim.
Share:

Um comentário:

  1. AÊÊÊÊÊÊÊÊÊ! Parabéns :)))))))
    Vitória sempre deveria ter gosto de chocolate né? (to nem ai que engorde) hahaha

    ResponderExcluir