Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2013

Gospel

Fique registrado para a posteridade, para quando eu ler o meu blog daqui há dez anos se o Google não resolver tirar do ar o serviço.
"O Gospel", como eu acho que deveria ser.


Ubuntu 13.04

Estou testando o beta, muito satisfeito até então.
Está mais leve, e mais bonito.
Dia dezoito sai a versão final, que pretendo baixar.


Tenho usado Linux a maioria das vezes, em casa. Já no trabalho uso 90% Windows.
O que é legal no Linux é a sensação de liberdade. Hein? Pois é, não faz sentido, mas é mais ou menos isso. Coisa de nerd mesmo.
Mas tem a ver com liberdade de usar um sistema sem pagar nada por ele e nem piratear nada, além de poder modificá-lo se quiser, e redistribui-lo. Esta é uma ideia promissora, umas hora.
E o Ubuntu é muito bonito, tipo, parece o Mac umas hora.
Chega desse assunto.

Ônibus

É legal andar de ônibus. Graças a Deus, o Petrópolis atualmente é muito bem servido nos horários de ônibus, e o motorista é gente boa. Só o preço da passagem que não é dos melhores, uma vez que o bairro não é muito distante do centro. Eu acredito no transporte público. Assim como acredito na bicicleta. Mas as pessoas pobres acham que é coisa de pobre. De qualquer forma, eu ainda acredito que comprar um carro, hoje, ainda é a melhor solução de transporte.


Eu não tenho vergonha de usar camisa social e notebook no ônibus. Quem deveria ter vergonha é quem ouve pseudofunk em alto volume.

O Guia dos Motoqueiros das Galáxias, parte 3

Novamente, estou digitando do celular. Mas agora estou muito o teclado SwiftKey que baixei e torna a digitação muito mais fácil. Enfim, este não é o foco.

Agora são onze horas. Hoje é o dia do reteste da moto. Já estou me preparando para pegar o ônibus.

Orei a Deus e estou confiante que dessa vez vou passar. Dessa vez eu preferi deixar o almoço para depois do teste, uma vez que preciso estar lá ao meio dia. Está frio. O ônibus chegou. Estou ouvindo "Vem esta é a hora" do Vineyard, tão congregacional. Agora estamos passando pela frente da Educação. Bem, eu consegui tirar o dia de folga pois havia trabalhado alguns finais de semana no ano passado. Quem pensa que funcionário público não trabalha não conhece o nosso setor!

Estou... digressando um pouco. Acho que é essa a palavra. Eu pesquisei no Google o que significa "digressão" por causa do título do blog da Ana, e descobri que um nome certinho para a expressão "encher linguiça".

Agora subi no ônibus Do…

Sax

Chorei.

Estou feliz com o meu trabalho

Não é legal falar muito em detalhes sobre o meu trabalho, pois é em empresa pública e algumas informações não deveriam estar tão explícitas.

Mas estou feliz, temos um estagiário agora que está nos ajudando bastante; estamos implantando um sistema de recuperação que vai ser bom também; e montei meu primeiro servidorzinho Linux que vai servir para algo de verdade.

Fiz minha conta da Caixa também (muito faceiro por sinal). A Caixa é um banco disparadamente melhor que o Itau. E, quem é que vai conseguir ser melhor que um banco do governo? E, é o único banco que ganha dinheiro explorando jogos de azar! Enfim, e as taxas para empréstimo são baixas.

Meu home studio (2)

Fiz algumas mudanças, conseguindo colocar o teclado ao lado do computador. Agora sim. Ainda quero pendurar o violão ali do lado do guarda-chuva quando tiver tempo.
Pena que meus fones de ouvido estragaram e estão na garantia. Mas logo já devem voltar.
Ah, e também pretendo comprar um programa de edição profissional, o Reason Essentials, que é carinho mas é muito, muito intuitivo e rápido para transformar ideias em composições.

Na verdade eu ainda não entendi bem o porquê que eu gostaria de ter um estúdio em casa. Talvez seja um hobby, sei lá. Eu gosto de música, mas gosto mais de gravar do que tocar ao vivo. Até porque na música de estúdio você tem condições de deixá-la como realmente ela deve ser.

Quem sabe alguma hora sai alguma composição de verdade... Vou postar quando surgir.


Torre De Oração

Ontem (ou anteontem) a irmã Zenilda me ligou para saber a que horas eu poderia comparecer à Torre de Oração. É assim: a igreja fica aberta das oito da manhã de sábado até as oito da manhã de domingo, 24 horas para oração. E cada obreiro fica por uma hora, tipo um plantão, e qualquer um pode entrar nesse meio tempo para orar por quanto tempo quiser.
Aí eu fiquei das quatro às cinco da tarde (preferi deixar os horários da madrugada para os mais fortes). Foi muito legal. Uma hora de oração passou muito mais rápido do que eu imaginava. Bem, na verdade foram cinquenta minutos, uma vez que eu cheguei atrasado em dez minutos.
Orei por alguns temas mas especialmente pela minha mãe, que tinha amanhecido com dores na coluna e na perna. Mas quando cheguei em casa ela já estava melhor, graças a Deus.
Buscar intimidade com Deus é uma coisa difícil. As coisas desse mundo te distraem de tal forma que você acaba esquecendo de Deus. Não é a toa que para o jovem cristão uma das coisas mais difíceis é…

Abraços Grátis! (2)

Achei o vídeo :3

Muito lindo, legal mesmo. E passa a ideia que ainda se tem motivo para acreditar nas pessoas.

Texto muito importante

A nível organizacional, o surgimento do comércio virtual maximiza as possibilidades por conta dos relacionamentos verticais entre as hierarquias. Gostaria de enfatizar que a execução dos pontos do programa possibilita uma melhor visão global das diretrizes de desenvolvimento para o futuro. O incentivo ao avanço tecnológico, assim como o desafiador cenário globalizado deve passar por modificações independentemente dos modos de operação convencionais. Por conseguinte, a crescente influência da mídia estende o alcance e a importância das novas proposições.


Nunca é demais lembrar o peso e o significado destes problemas, uma vez que a expansão dos mercados mundiais aponta para a melhoria das direções preferenciais no sentido do progresso. É claro que o entendimento das metas propostas é uma das consequências do impacto na agilidade decisória. Todas estas questões, devidamente ponderadas, levantam dúvidas sobre se a valorização de fatores subjetivos ainda não demonstrou convincentemente que…