Pular para o conteúdo principal

Projeto Gospel Open Source

Uma das coisas que é estranho é o tanto que a pirataria está em todos os lugares, tipo, em tudo. Uma vez eu era usuário e compactuava com esse tipo de atividade. Hoje, já mais maduro, estou me conscientizando que isso é um verdadeiro câncer e passei a ser só usuário.

Enfim, como estou inserido em um contexto evangélico, uma das coisas que mais me chamam atenção é a pirataria nesse meio, que é um tanto controverso. Onde está o Dai a Cezar o que é de Cezar? (Se é que esse é o sentido certo da citação).

Gostaria que tivessem autores de música gospel que disponibilizassem seus trabalhos para livre distribuição e modificação. Eu tenho certeza que grande parte dos músicos cristãos gostariam de divulgar suas canções mesmo sem obter nenhum lucro com isso. Ora, eu sou um deles!

Procurei um pouco na internet para ver se havia algum projeto de música gospel colaborativa, mas, não encontrando, decidi criar eu mesmo (pelo menos não tenho nada a perder). Surgindo então o Gospel Open Source. O nome é feio, mas o projeto é bonito.

A ideia é simples e todos podem colaborar com o projeto. Quem compõe música gospel, pode disponibilizar suas composições. Quem grava, pode disponibilizar suas gravações, quem faz arranjo, pode criar algo encima de alguma letra de outro autor, assim por diante.

O objetivo é este: criar um ambiente que propicie a músicos cristãos a oportunidade de criarem algo juntos, e disponibilizar os resultados gratuitamente.

Quem é músico cristão e toca ou canta na igreja deve saber a que eu me refiro. Já que os "grandes" artistas gravam em uma estrutura grande e por isso precisam cobrar pelo seu trabalho (não quero criticar isso agora), as igrejas acabam recorrendo a baixar músicas piratas pela internet, para poder tirar os arranjos para tocar, baixar playbacks sem autorização, etc, etc. Comprar o disco? Isso muitas vezes é difícil. Enfim, porque não fazemos nós mesmos algo diferente e disponibilizamos pros outros? Assim, de graça?

Essa é a ideia principal do software livre, que faz sucesso hoje (não muito, mas ainda é uma tendência), onde programadores e entusiastas desenvolvem programas de computador de maneira colaborativa.

Quem tiver algum material (gravações, letras, partituras, doações em dinheiro, ideias), por favor, não deixe de colaborar! Fiz um pequeno wiki para o projeto, acessa aí:


Quem tiver algum material, por favor, me envie por e-mail no tiorafa2005@gmail.com. Lembre-se que ao enviar, você está autorizando o uso e alteração do material por outros músicos que se interessarem.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Resenha do livro O Peregrino

John Bunyan, autor de “O Peregrino” (“The Pilgrim Progress”), nascido na Inglaterra Central em uma família de funileiros, viveu uma época de intensas discussões acerca do Cristianismo, devido a reforma protestante. Em 1675, preso em uma cela por conduzir cultos sem autorização, escreveu este livro, que é considerado o segundo livro mais vendido no ocidente, sendo o primeiro a Bíblia Sagrada.

Segundo o autor, através de sonhos lhe foi revelada esta narrativa, a qual testifica ser revelada por Deus. Em uma liguagem bastante simples, o livro conta a história de Cristão. Este homem, vestido de trapos e carregando um enorme fardo, o qual adquiriu através da leitura de um livro (referência à Bíblia), decide iniciar uma longa viagem rumo à Cidade Celestial, com o objetivo de salvar-se do julgamento e da destruição que estariam por vir em sua cidade, a Cidade da Destruição.

Durante sua jornada, Cristão passa por muitos caminhos difíceis, como o Pântano da Desconfiança, o Desfiladeiro da Dificul…

Meu home studio

Um outro sonho que eu tenho realizado aos poucos é o de montar meu próprio estúdio em casa. Toco teclado desde os... dez anos? Sei lá, nem lembro mais. Eu sei que pelo tempo poderia ser bem melhor. Enfim, nunca priorizei e nem pretendo priorizar o estudo de música. Mas quando comecei a aprender um pouquinho de produção musical arranjamento (por conta mesmo), gostei mais ainda. É muito bom poder ouvir algo que você mesmo gravou/sequenciou, do jeitinho que você imaginou.
Então comecei a compor algumas canções (na grande maioria com sentido espiritual não vou usar o termo gospel porque gospel é um estilo). A maioria delas ainda não estão completas, faltando versos, arranjos, letra, enfim, uma bagunça. Mas acho que é assim mesmo, aos poucos vai sair alguma coisa um dia.
Bem, essa é a fase atual do meu homestudio:

Por enquanto é só uma escrivaninha com um notebook e algumas coisinhas. O projeto é o mais modesto possível, mas já dá pra brincar legal. Aí uma lista das coisas que comprei e m…

Minha querida mesa de trabalho

Oh, até que é chique, tem até dois monitores 8-)


Minha mesa de ensino, meu computador educacional, e tem algumas ferramentas pedagógicas com as quais eu faço a manutenção didática dos computadores instrutivos.