domingo, 14 de abril de 2013

Quero postar algo legal

Tipo, que tenha conteúdo, paixão, sinceridade.
Mas tenho andado rodeado de trabalho por todos os lados e isto tem me tirado um pouco a criatividade.
Minha carteira de motorista permissão para dirigir chegou, e, até então não mudou nada na minha vida, porque não tenho carro, meu pai não tem carro, meu avô é falecido e não conheci meu bisavô.
Viu? Essa última frase não foi criativa.
Quando tenho tempo, pesquiso alguns vídeos de J. D. Sumner no Youtube. Passou a ser meu cantor favorito, o baixo do Elvis Presley em seus álbuns de música gospel e famoso no quarteto The Stamps, considerado o cantor com a voz mais grave do mundo.


Enfim, em breve farei vinte e um anos. Mas agora pouco importa, pois, daqui pra frente, a idade não significa grandes coisas. Só o que muda é que agora posso comprar uma arma. Mas, sei lá, talvez seja bom. Vamos ver.

Tentei comprar o Reason Essentials (software de edição musical), não obtendo sucesso, porque a Propellerhead não vende para o Brasil (depois reclamam né? Que os brasileiros hackeiam as coisas e pirateiam tudo...)

Agora estou ouvindo Kraftwerk. Clássico. Tão... Coisado. Dá uma vontade estranha de programar. Deve ser isso que os programadores ouvem. Com uma boa dose de café deve render horas de desenvolvimento, dor nas costas e trabalho escravo.

Então gostaria de terminar bucolico-pitonescamente com uma série de perguntas que não tem nada a ver com o que escrevi até agora:

Por que as pessoas de trinta anos atrás pareciam mais felizes? Será que a tecnologia só tenha vindo pra acabar com tudo de vez? Por que esta frase não tem nada a ver com o resto? Porque eu puxei esse assunto? Por que desligar um computador com Windows 8 é tão "difícil"? Por que o aplicativo atualizado do Youtube é pior que o velho? Por que o Elizeu foi eleito? Por que dizem que o Feliciano é homofóbico? Por que os americanos não gostam de comer brócolis?
Abaixo da crítica (ou acima?) Sei lá.
 End of posting.

Share:

0 comentários:

Postar um comentário